Governo do Distro Federal capacita servidores para atender vítimas de racismo

Da Agência Brasil

O governo do Distrito Federal lançou hoje (13) um projeto de capacitação de servidores públicos para atendimento a vítimas de racismo ou violência de gênero. A iniciativa foi batizada de Ubuntu, uma referência à filosofia africana que tem como princípio "se eu sou, é porque nós somos", baseada na solidariedade.

Mais de 56% da população do DF se declara negra, o que, segundo o governo local, reforça a necessidade da prestação adequada de serviços de atendimento a vítimas que sofreram algum insulto, seja racial ou ligado a questões de gênero.

O projeto será implementado inicialmente em três regiões administrativas do Distrito Federal, todas na periferia: Ceilândia, Itapoã e Varjão. Além da capacitação de servidores, o governo pretende criar   centros de referência em direitos humanos e igualdade racial.

Durante o evento, o secretário de Cidades, Marcos Dantas, destacou a importância de aceitar e respeitar o próximo, independente de raça, opção sexual ou outras características. "Se você que ser aceito, aceite. Se quer ser reconhecido, reconheça. Quer ser amado, ame."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos