Metalúrgicos da Volks de Taubaté aceitam acordo sem reposição da inflação

Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil

Os metalúrgicos da Volkswgan de Taubaté aprovaram ontem (13) o acordo coletivo para o ano de 2017, no qual abrem mão de aumento de salário com reposição da inflação e recebem apenas um abono. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté, o acordo prevê a abertura de Plano de Demissão Voluntária (PDV), assegura abono, participação nos lucros e resultados, mas não reajusta salários até agosto 2017. A reposição de inflação está prevista para os anos seguintes.

O sindicato informou que o acordo vale até 2022 e a empresa se compromete a não demitir até esse ano. Também foram acordados ações de flexibilidade, banco de horas, otimização de custos, entre outras. As condições do documento podem ser rediscutidas de acordo com a variação do mercado. Cerca de 4 mil funcionários serão beneficiados.

"O Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté considera positiva a negociação, já que o país passa por uma grande turbulência econômica e política. O acordo garante a manutenção da Volks e dos trabalhadores em Taubaté", diz o sindicato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos