Hemorio faz campanha para aumentar estoque de sangue neste fim de ano

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

O Instituto Estadual de Hematologia do Rio de Janeiro (Hemorio) está, no momento, com estoque de sangue abaixo do ideal, que são 1.200 bolsas todos os dias, para distribuição à rede de hospitais públicos. "Hoje, tem metade disso", disse à Agência Brasil o diretor-geral da instituição, Luiz Amorim.

O Hemorio lançou hoje (19) campanha para ampliação do número de doações no período de festas de fim de ano, que se estendem até uma semana após o 'Réveillon'. "Tradicionalmente, a semana pré-natalina, a semana entre o Natal e o Ano Novo e o após o Ano Novo são semanas em que as doações são muito ruins. É muito pequeno o número de doadores", afirmou o médico.

Como o número de doadores está muito baixo, o receio de Amorim é que faltem bolsas de sangue para fornecer à rede de hospitais do Rio. "Nessa época, a gente sabe que acontecem muitos acidentes. As pessoas bebem mais, muitas sofrem traumas, violências, brigas e tudo isso exige um número de transfusões maior do que o habitual. E para fazer frente a esse número maior, a gente precisa que as pessoas doem sangue".

Luiz Amorim disse que, como o Hemorio está vazio, o atendimento vai ser muito rápido. A expectativa é que o instituto consiga reverter o quadro atual de baixo número de doações para poder ter sangue suficiente para transfusão nos hospitais, em caso de necessidade.

Meta

Para manter os estoques de sangue em patamar confortável, o diretor-geral informou que a meta é coletar, diariamente, cerca de 300 bolsas de sangue. "Nos dias bons, temos 200, e nesse período agora, o número está muito baixo". A média tem sido de apenas 150 bolsas coletadas por dia. A época dificulta também a coleta externa nas empresas, universidades, escolas e igrejas, entre outras instituições, devido a festas e férias coletivas, disse.

Qualquer pessoa na faixa etária entre 18 e 69 anos de idade está apta a doar sangue. Ela tem que pesar mais de 50 quilos, estar em boas condições de saúde e trazer documento de identidade oficial com foto. Dúvidas podem ser esclarecidas no site do Hemorio ou pelo telefone Disque Sangue 0800 282 0708, no horário das 8h às 16h. Menores de 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. 

Não é necessário estar em jejum, informou Amorim. "A pessoa não só pode se alimentar antes de doar sangue, como deve." A única recomendação é que sejam evitados alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação. "Pode, inclusive, almoçar e vir doar sangue", afirmou o médico. Só não pode ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes da doação.

O Hemorio funciona todos os dias, das 7h às 18h, incluindo sábados, domingos e feriados, na Rua Frei Caneca, n° 8, no centro do Rio. O hemocentro abrirá normalmente nos dias 24, 25 e 31 de dezembro, fechando somente no dia 1º de janeiro. Luiz Amorim informou, ainda, que quem quiser doar com hora marcada pode agendar sua doação pelo Disque Sangue.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos