Mortes em acidentes de trânsito no estado de São Paulo caem 13%

Camila Boehm - Repórter da Agência Brasil

Em São Paulo , das  429 mortes ocorridas em novembro 2016, 78% eram homensAgência Brasil/EBC

As mortes decorrentes de acidentes de trânsito no estado de São Paulo registrou queda de 13% em novembro (429), na comparação com o mesmo mês do ano passado (493). No acumulado dos 11 meses do ano (5.215), a redução foi 6,4% em relação ao mesmo período de 2015 (5.572), o que resultou em 357 vidas salvas. Os dados foram anunciados hoje (19) pelo governo do estado e incluem estradas e vias urbanas.

Houve também redução de 9,3% na taxa de mortes na comparação com outubro deste ano (473). Os acidentes com vítimas registraram a queda de 20,7%. Foram 176.177 ocorrências no acumulado de janeiro a novembro de 2016, contra 222.073 registradas no mesmo período em 2015, o que representa 45.896 acidentes a menos.

Das 429 mortes ocorridas em novembro 2016, 78% eram homens. A maior parte das vítimas estava na faixa etária de 18 a 24 anos (17%), seguido de 25 a 29 anos (14%). Dos acidentes que levaram à morte, 34% foram causados por colisão, seguido por atropelamento (31%) e choque (14%). Dos mortos, 31% eram motociclistas, 29% eram pedestres e 21% estavam em automóvel.

Segundo o governo estadual, um dos fatores que vem contribuindo para a redução de acidentes e mortes no trânsito no estado de São Paulo é o trabalho feito em 15 municípios conveniados, onde foram criados comitês locais focados na discussão de melhorias em projetos de infraestrutura, campanhas educativas no trânsito e fiscalização, dentre outras ações. O estado tem 645 municípios.

"Considerando apenas essas cidades, houve uma redução expressiva de 13% no número de óbitos no acumulado dos 11 meses deste ano (469) em comparação ao ano passado (539), com 70 vidas salvas", diz o governo, em nota.

Convênio com os municípios

Em fevereiro de 2016, o governador Geraldo Alckmin assinou convênios com 15 municípios - Amparo, Atibaia, Barretos, Catanduva, Fernandópolis, Itanhaém, Jacareí, Piedade, Praia Grande, Registro, Ribeirão Preto, São Carlos, São José do Rio Preto, São Roque e Sorocaba. No total, estão sendo investidos R$ 10,5 milhões de recursos do Detran-SP para fiscalização, sinalização e educação para o trânsito.

Para o convênio, foram considerados municípios com números médios superiores a 15 óbitos por 100 mil e por faixa populacional (até 100 mil habitantes, até 200 mil, até 400 mil e acima de 400 mil).

Para 2017, o governo anunciou, no início do mês, a ampliação dos convênios para mais 52 municípios, com um investimento de R$ 100 milhões, também resultado da parceria com o Detran-SP. Os recursos são provenientes das multas de responsabilidade do órgão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos