MP entra com ação civil pública contra Haddad por contratação de maestro

Bruno Bocchini Repórter da Agência Brasil

O Ministério Público estadual de São Paulo ingressou hoje (19) com uma ação civil pública por improbidade administrativa contra o prefeito da capital paulista Fernando Haddad em razão da contratação, como diretor artístico do Theatro Municipal, do maestro Jonh Neschling. Também foram processados o maestro, e outras dez pessoas.

De acordo com o MP, o prefeito contratou o maestro, em 2013, para ser diretor do Theatro Municipal, sem passar por concurso público, por meio de uma Organização Social constituída irregularmente, o Instituto Brasileiro de Gestão Cultural (IBGC). "IBGC é uma Organização Social que foi constituída fraudulentamente para assumir a gestão do Municipal e contratar, obrigatoriamente, o maestro Neschling, seguindo uma orientação do prefeito", destacou o MP.

Na ação, o Ministério Público pede que a Justiça decrete, além da suspensão dos direitos políticos dos citados, a devolução de R$ 129 milhões por danos causados ao erário em razão de pagamentos efetuados ao Instituto Brasileiro de Gestão Cultural (IBGC), responsável pela gestão do Theatro Municipal.

Em nota, o prefeito Fernando Haddad disse que já representou contra o promotor Marcelo Milani, autor da ação, perante a Corregedoria do Ministério Público, e que sua conduta está sendo investigada. "Semana passada, na ação promovida pelo mesmo promotor sobre aplicação de recursos de multas, não apenas o prefeito foi inocentado, como a sentença recém proferida deixou claro o grau de irresponsabilidade deste membro do MP", disse Haddad.

Segundo o prefeito, a conduta do promotor, no caso da ação relativa ao Theatro Municiapal, também será alvo de uma possível representação, "uma vez que a Prefeitura recebeu denúncia de que o promotor Marcelo Milani é parente de um integrante do Theatro Municipal, que encontra-se sob investigação, e não se declarou impedido".

A reportagem não conseguiu contato com o maestro Jonh Neschling. O IBGC foi contatado, mas ainda não se pronunciou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos