Estado Islâmico reivindica ataque de caminhão contra feira em Berlim

Agência France-Press

Berlim - Suposto ataque em Berlim deixa nove mortos e vários feridos (AFP PHOTO/John MacDougall)AFP PHOTO/John MacDougall

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta terça-feira (20) o atentado contra uma feira natalina em Berlim, ocorrido ontem (19), segundo reportou a Amaq, a agência de propaganda da organização. Um caminhão foi lançado na multidão, deixando 12 mortos e 48 feridos. As informações foram divulgadas pela Agência France-Presse (AFP).

"Um soldado do EI executou a operação de Berlim, em resposta aos apelos de visar cidadãos de países da coalizão internacional" que luta contra o EI, destacou a agência.

Qualificado de "ato terrorista" pela chanceler alemã, Angela Merkel, e realizado em um país que até agora não tinha sofrido atentados de grande magnitude, o ataque com um caminhão lembra, pelas circunstâncias, o cometido em Nice, há cinco meses.

Mais cedo, a polícia de Berlim informou que não tinha certeza de que o suspeito detido ontem fosse o verdadeiro autor do ataque.  "Na verdade, não é certo que se trate do motorista", disse o chefe da polícia, Klaus Kandt, sugerindo que o verdadeiro responsável poderia estar foragido. "O suspeito nega os fato", tuitou paralelamente a polícia, pedindo que a população permaneça vigilante.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos