Índice de Custo da Construção acumula inflação de 6,35% em 2016, diz FGV

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

O principal responsável pela inflação foi o custo da mão de obra, que ficou 9,59% mais cara neste anoAntonio Cruz/Agência Brasil

O Índice Nacional de Custo da Construção - M (INCC-M) acumulou uma inflação de 6,35% no ano de 2016, segundo dados divulgados hoje (23) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O principal responsável pela inflação foi o custo da mão de obra, que ficou 9,59% mais cara neste ano. O custo dos materiais, equipamentos e serviços de construção ficou 2,73% no ano.

Entre os destaques dos materiais de construção, estão os materiais para instalação hidráulica, que ficaram 7,28% mais caros. Já entre a mão de obra, os serviços de auxiliar foram os que ficaram mais caros no ano (10,11%).

Apenas no mês de dezembro, o índice registrou taxa de 0,36%, acima da taxa de 0,17% observada em novembro. O custo de materiais, equipamentos e serviços ficou 0,15% mais caro em dezembro, enquanto a mão de obra passou a custar mais 0,55% no mês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos