Rompimento de tubulação da Cedae causa estragos na zona oeste do Rio

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

Técnicos da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) trabalharam, no início da tarde (4), para retirar a tubulação de carga e conter o vazamento que ocorreu pela manhã em uma adutora da empresa provocando estragos na Estrada do Lameirão, em Santíssimo, zona oeste da cidade.

A Cedae informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que funcionários da companhia estão no local para realizar o serviço de reparo.

Hoje cedo, a Cedae pediu que os moradores da capital e da Baixada Fluminense evitem desperdiçar água, porque o abastecimento foi prejudicado, devido a um curto-circuito na estação de tratamento do Guandu na noite de ontem (3). Embora o problema já tenha sido solucionado, o fornecimento de água só deverá ser restabelecido ao longo desta quarta-feira, disse a empresa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos