Vereadores paulistanos recorrem da suspensão do aumento de salários

Elaine Patricia Cruz - Repórter da Agência Brasil

Os vereadores da capital paulista decidiram recorrer da decisão judicial que suspendeu o aumento de seus salários. A Procuradoria-Geral da Câmara Municipal de São Paulo entrou com recurso no Tribunal de Justiça na tarde de ontem (10). O tribunal ainda não se pronunciou sobre o recurso.

No dia 20 de dezembro, os vereadores aprovaram aumento de 26,34% em seu vencimento. Com isso, o salário que era de aproximadamente R$ 15 mil passaria, este ano, a valer R$ 18.991,68. Os vereadores aprovaram o reajuste de seus salários faltando 11 dias para o término de seus mandatos. Além disso, o aumento para a próxima legislatura foi decidido antes mesmo da aprovação do orçamento do município.

Seis dias depois, o juiz Alberto Alonso Muñoz aceitou uma liminar movida por ação popular e suspendeu o aumento salarial. O magistrado considerou irregular a aprovação de aumento de despesa com pessoal em prazo menor que 180 dias antes do fim da legislatura.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos