MPF denuncia empresário investigado na Lava Jato

André Richter - Repórter da Agência Brasil

A força-tarefa de procuradores da Operação Lava Jato apresentou denúncia contra o empresário Mariano Marcondes Ferraz pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Ferraz foi preso em outubro do ano passado por determinação do juiz federal Sérgio Moro, mas ganhou liberdade após pagar fiança de R$ 3 milhões. A denúncia foi apresentada ontem (11).

O empresário é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de pagar US$ 868,4 mil para obter a renovação de um contrato da empresa Decal do Brasil e a Petrobras para obras do Porto de Suape, em Pernambuco. Ferraz é um dos executivos da empresa.

O empresário admitiu ao juiz Sérgio Moro ter feito os pagamentos ilegais e disse estar disposto a colaborar com as investigações da Lava Jato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos