Trump já escolheu 19 dos 21 titulares dos cargos mais importantes de seu governo

José Romildo - Correspondente da Agência Brasil

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump Dreu Angerer/AFP/Direitos Reservados

O presidente eleito Donald Trump, que toma posse sexta-feira (20) como presidente dos Estados Unidos, já escolheu quem vai preencher 19 dos 21 cargos de seu gabinete. A imprensa norte-americana vem acompanhando com interesse a escolha dos nomes que vão ocupar os postos-chave do gabinete porque, por meio do perfil da pessoa escolhida, é possível saber como serão as políticas a serem implementadas no futuro e antecipar medidas que podem ser adotada pelo novo governo.

De acordo com a Constituição americana, o papel dos titulares do gabinete é dar aconselhamento ao presidente. O gabinete do presidente dos Estados Unidos é constituído pelo vice-presidente e pelos chefes das seguintes secretarias: Agricultura, Comércio, Defesa, Educação, Energia, Saúde e Serviços Humanos, Segurança Interna, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Interior, Trabalho, Estado, Assuntos de Veteranos e Procurador-Geral.

Como os chefes de secretaria precisam ter os nomes aprovados, o Senado está realizando nesta semana a segunda rodada de audiências para a confirmação dos titulares que comporão o gabinete do presidente. Senadores democratas, embora sendo minoria, estão tentando derrubar alguns dos nomes escolhidos por Trump.

Nomes

A seguir, veja a lista completa dos postos do gabinete do presidente eleito Donald Trump. A lista inclui os nomes das pessoas já escolhidas para cada secretaria. Só o titular da Secretaria da Agricultura e o conselheiro econômico ainda não foram escolhidos.

Agricultura: o titular ainda não foi escolhido; Comércio, Wilbur Ross; Defesa, general James Mattis; Educação, Betsy DeVos; Energia, Rick Perry; Saúde e Serviços Humanos, Tom Price; Segurança Interna, General John F. Kelly; Habitação e Desenvolvimento Urbano, Ben Carson; Interior, Ryan Zinke; Justiça, Jeff Sessions; Trabalho, Andrew Puzder; Estado, Rex Tillerson; Transporte, Elaine Chao; Tesouro, Steve Mnuchin; Assuntos de Veteranos, David Shulkin; conselheiro econômico: o titular ainda não foi escolhido; Agência de Proteção Ambiental, Scott Pruitt; Gestão e Orçamento, Mick Mulvaney; Administração de Pequenas Empresas, Linda McMahon; representante comercial, Robert E. Lighthizer; Nações Unidas, Nikki Haley.

Trump selecionou outros assessores da Casa Branca que não precisarão da confirmação do Senado. São os seguintes:

Conselheiro sênior, estrategista-chefe, Stephen K. Bannon; chefe de Gabinete, Reince Priebus; conselheiro de Segurança nacional, tenente-general Michael Flynn; conselheira do presidente, Kellyanne Conway; conselheiro superior, Jared Kushner (marido de Ivanka, filha de Trump); conselheiro de Política Sênior, Stephen Miller; secretário de imprensa, Sean Spicer; e conselheiro da Casa Branca, Donald McGahn.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos