Conhecida como a voz da lambada, cantora do Kaoma é encontrada morta no RJ

Paulo Virgílio - Repórter da Agência Brasil

A cantora Loalwa Braz Vieira, 63 anos, ex-vocalista do grupo Kaoma, foi encontrada morta na manhã de hoje (19) dentro de um carro incendiado em uma estrada do distrito de Bacaxá, em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para apagar o fogo que destruiu o veículo. Horas antes, os bombeiros haviam controlado um incêndio no sótão da pousada Azur, de propriedade da cantora, localizada perto do local onde o carro foi encontrado.

Vocalista do extinto grupo Kaoma, Loalwa Braz ficou conhecida como a voz da lambada, ritmo que conquistou imenso sucesso nacional e internacional no final dos anos 1980 e no início da década de 1990. Carioca, de uma família de músicos, Loalwa começou a tocar piano aos 4 anos e aos 12 deu início à carreira profissional.

Mais tarde, a cantora foi morar em Paris, antes de integrar o Kaoma, grupo criado em 1989 e que durou até 1998, quando lançou seu último álbum na Europa.

Segundo a Polícia Civil, pelo menos quatro homens teriam entrado na pousada e ateado fogo no local, mas só após uma perícia será possível afirmar se há uma relação entre os incêndios da casa e do carro e se ambos foram criminosos. O corpo da cantora foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e o caso está sendo investigado pela 124ª Delegacia Policial, em Saquarema.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos