IPC-S: inflação semanal fica praticamente estável em 0,63%

Nielmar de Oliveira - Repórter da Agência Brasil

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) relativa à terceira quadrissemana de janeiro ficou praticamente estável ao subir apenas 0,01 ponto percentual em relação à semana imediatamente anterior. O índice ficou em 0,63%.

Segundo dados divulgados hoje (23), pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV), na terceira quadrissemana deste mês, três das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação.

A maior contribuição partiu do grupo habitação, cujos índices passaram de 0,01% para 0,18%, alta de 0,17 ponto percentual - impulsionada pelo item relativo à tarifa de eletricidade residencial, que passou de -2,55% para -1,32%.

Também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos: Educação, Leitura e Recreação (1,95% para 2,53%) e Comunicação (0,36% para 0,40%). Nestas classes de despesa, vale destacar o comportamento dos itens: cursos formais (3,75% para 5,78%) e tarifa de telefone móvel (0,54% para 0,86%), respectivamente.

Em contrapartida, entre as cinco classes de despesas que contribuíram para a estabilização dos preços destaca-se o grupo dos alimentos, que registrou queda de 0,13 ponto percentual entre uma semana e outra: de 0,77% para 0,64%. Os índices também recuaram nos grupos transportes (1,06% para 0,88%), saúde e cuidados pessoais (0,56% para 0,46%), vestuário (-0,41% para -0,49%) e despesas diversas (0,92% para 0,66%).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos