No DF, racionamento de água gera economia de 14% na primeira semana

No DF, racionamento de água gera economia de 14% na primeira semana

Nível de água da Barragem do Descoberto está abaixo da média históricaFabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O consumo de água nas cidades abastecidas pelo reservatório do Descoberto, com o racionamento iniciado pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), em Brasília, no último dia 16, já apresentou queda de 14% em relação aos números de dezembro Neste mês, a Caesb registrou um gasto médio de 3.800 L/s (litros por segundo), quando em dezembro foram gastos 4.400 L/s.

Para o presidente da Caesb, Maurício Luduvice, a contribuição da população e o uso racional da água são os responsáveis pela economia que ultrapassou a expectativa. "A população e a Caesb estão fazendo sua parte para superar a crise hídrica vivida no Distrito Federal, principalmente nas regiões abastecidas pelo Descoberto",disse. A companhia informou que a redução superou a meta estabelecida de economia, que era de ao menos 10%.

O racionamento de água no Distrito Federal, anunciado na semana passada, vem ocorrendo num ciclo de seis dias: um dia com interrupção completa, dois dias de estabilização e três de fornecimento normal. No sétimo dia, o corte é retomado.

O rodízio ocorre devido ao nível baixo dos reservatórios que abastecem a capital. De acordo com a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico (Adasa) os níveis atuais são os menores da história para essa época do ano.

Hoje (23), a água será racionada para os moradores de Ceilândia Oeste, Riacho Fundo 2 e Recanto das Emas.

Medidas

Desde janeiro de 2015, a Caesb tem tomado medidas para reduzir perdas no sistema de distribuição de água. Foram substituídos cerca de 150 mil hidrômetros antigos por novos, além da troca de redes antigas por novas e a instalação de válvulas redutoras de pressão. As operações de redução de pressão e de rodízio de água também contribuem para a diminuição de perdas de água no sistema.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos