Chuva deixa São Paulo em estado de atenção para alagamentos

Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil

A cidade de São Paulo entrou em estado de atenção para alagamentos, devido às fortes chuvas que atingem o município, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). Foram registrados três pontos intransitáveis para veículos e 12 quedas de árvores.

Rajadas de ventos no Aeroporto de Congonhas chegaram a 81 quilômetros por hora. O terminal segue aberto para pousos e decolagens. No Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, os ventos atingiram 70 quilômetros por hora. O terminal opera normalmente, no visual.

O Corpo de Bombeiros atendeu hoje (26) uma ocorrência da queda parcial de um telhado na região do Cambuci, mas ninguém ficou ferido. Com as fortes chuvas registradas ontem, duas casas desabaram e oito pessoas ficaram desalojadas. Houve deslizamento de terra na Brasilândia, e oito pessoas foram alojados em casas de parentes. Caíram 45 árvores.

Segundo o CGE, a zona de convergência de umidade e a propagação de um sistema frontal pelo oceano contribuem para as áreas de instabilidade sobre o estado, o que aumenta a previsão de chuvas volumosas nos próximos dias.

Para sexta-feira (27), a previsão é de tempo instável. As temperaturas devem variar entre mínimas de 20°C e máximas de 25°C. A chuva deve cair entre a tarde e a noite, o que eleva o risco para alagamentos, deslizamentos de terra e transbordamento de rios e córregos.

No sábado (28), o sol deve aparecer entre nuvens e favorecer a elevação das temperaturas. Os termômetros variam entre mínima de 19°C e máxima de 27°C. As chuvas mais intensas ocorrerão à tarde e à noite.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos