Conselho do MP decide reabrir inquérito contra Pezão por improbidade

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, vai responder a inquérito por improbidade administrativaValter Campanato/Agência Brasil

O Conselho Superior do Ministério Público do Rio de Janeitro decidiu hoje (26), por 6 votos a 3, reabrir o inquérito civil que investiga o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, pela prática de ato de improbidade administrativa.

O inquérito teve origem em representação feita pelo Conselho de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj), que denunciou falhas nos investimentos na área da saúde por parte do governo fluminense em 2015.

Por unanimidade, o conselho decidiu também remeter os autos do processo ao procurador de Justiça decano do colegiado, Ricardo Ribeiro Martins, para ajuizamento de ação civil pública.

Procurado pela Agência Brasil, o governo estadual informou que "as exigências de repasses para a saúde foram integralmente cumpridas pelo governo do estado do Rio de Janeiro" e que as contas do estado referentes ao ano de 2015 "foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos