Trabalhadores da Volks em Taubaté (SP) aderem a PDV

Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil

Depois de fazerem um acordo com a Volkswagen, 615 trabalhadores de Taubaté (SP) aderiram ao Plano de Demissão Voluntária (PDV) da montadora. O programa começou no final de dezembro de 2016 e terminou em janeiro. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, o PDV foi aprovado pelo sindicato após a empresa alegar necessidade de redução no quadro de funcionários.

Pelo acordo, os trabalhadores que aderiram receberam entre 25 e 35 salários como incentivo, dependendo do tempo de empresa. Os metalúrgicos portadores de deficiência ocupacional receberam mais um salário por ano trabalhado. O PDV representa uma diminuição de 15% na força de trabalho da fábrica de Taubaté, que tinha 4 mil funcionários.

A Volkswagen foi procurada pela reportagem e não falou sobre o assunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos