PUBLICIDADE
Topo

Após vistoria na Papuda, diretores de centro de detenção são exonerados no DF

Ivan Richard Esposito - Repórter da Agência Brasil

31/01/2017 21h44

O governado do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, decidiu hoje (31) exonerar a cúpula do Centro de Detenção Provisória (CDP), que faz parte do Complexo Penitenciário da Papuda. Na última quinta-feira (26), durante uma vistoria no bloco 5 da unidade, onde cumpre pena o ex-senador Luiz Estevão e outros internos, foram encontrados objetos não autorizados dentro da cela e na cantina do local. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social (SSP-DF) informou que, após a vistoria, Luiz Estevão cometeu uma falta disciplinar e, por isso, foi transferido para outra ala do mesmo bloco, onde permanecerá isolado por 10 dias. Deixarão os cargos o diretor do CDP, o agente de atividade penitenciária Diogo Ernesto, e o diretor adjunto, Vitor Spindola. Além disso, o subsecretário do Sistema Penitenciário, delegado Anderson Espíndola, determinou a abertura de sindicância interna para averiguar as responsabilidades administrativas. A Polícia Civil do DF também foi acionada e abriu inquérito para apurar a possível participação de servidores públicos no caso.