Número de homicídios dolosos no Rio cresce quase 20% em 2016

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

O estado do Rio de Janeiro teve em 2016 5.033 vítimas de homicídios dolosos (quando há a intenção de matar). O número é 19,8% maior que o registrado em 2015 e o pior desde 2002, quando o estado teve 6.885 vítimas desse crime.

Os dados foram divulgados hoje (1º) pelo Instituto de Segurança Pública do estado junto com as estatísticas de dezembro. No último mês de 2016, foram registrados 461 homicídios dolosos, 20,7% a mais que o registrado em dezembro de 2015.

A maior parte dos crimes de morte em 2016 ocorreu na Baixada Fluminense e na região norte do estado, incluindo a Região dos Lagos. Os homicídios decorrentes de enfrentamento à ação policial tiveram um aumento significativo, com 920 mortes, 42,6% a mais que em 2015, quando foram registradas 645 mortes. No ano passado também houve aumento do número de policiais civis e militares mortos em serviço: foram 40 em 2016 contra 26 em 2015.

Roubos e armas

Outro crime que também cresceu no estado do Rio em 2016 foi o roubo de veículo, com alta de 34,4%. Em 2016, foram roubados 41.704 veículos ante 31.035 no ano anterior.

O instituto estadual também verificou em 2016 aumento de cerca de 1% na quantidade de armas apreendidas em poder do crime organizado no Rio. Em 2015, foram apreendidas 8.956 armas e em 2016, 9.014, entre elas 371 fuzis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos