PF cumpre mandado de prisão contra acusado de lavar dinheiro para Cabral

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

Policiais federais cumprem hoje (2) mandado de prisão preventiva contra um acusado de participar da lavagem de R$ 10 milhões de diversas operações em oito anos. Segundo a Polícia Federal, a chamada Operação Mascate é um desdobramento da Operação Calicute, que investiga desvio de verbas públicas pelo ex-governador Sérgio Cabral e seus assessores.

O acusado, cujo nome não foi oficialmente divulgado, seria o operador financeiro de um esquema de repasse de dinheiro sujo para revendedoras de automóveis de uma mesma família e também para a compra de imóveis colocados no nome de um laranja.

O dinheiro lavado nas revendedoras de automóveis voltava para as mãos dos acusados através de contratos fictícios entre essas concessionárias de veículos e consultorias de fachada. No esquema de compra de imóveis, o dinheiro era lavado durante a revenda desses bens.

O mandado de prisão e oito mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos