Indicado à Suprema Corte dos EUA condena críticas de Trump ao Judiciário

Leandra Felipe - Correspondente da Agência Brasil

Juiz Neil Gorsuch, indicado pelo presidente Donald Trump para a Suprema Corte dos EUAAgência LUSA -EPA - MICHAEL REYNOLDS

A assessoria de Comunicação do juiz Neil Gorsuch - indicado pelo presidente Donald Trump à Suprema Corte, confirmou hoje (9) que ele chamou de "desanimadoras e desmoralizantes" as críticas de Trump aos juízes federais que bloquearam a ordem executiva do governo suspendendo a entrada nos EUA de refugiados e imigrantes. Gorsuch fez os comentários ao senador democrata Richard Blumenthal, durante um encontro em Connecticut. O assunto repercute na mídia  norte-americana desde a quarta-feira (8), quando Blumenthal deu uma entrevista à rede CNN.

O senador democrata relatou à CNN a conversa que teve com Neil Gorsuch e seus comentários sobre as críticas de Trump aos juízes federais. Segundo Blumenthal, Gorsuch afirmou que as declarações de Trump prejudicam o Poder Judiciário e afetam a independência dos juízes. Na conversa, Gorsuch referia-se a um post que o presidente publicou na última sexta-feira, após a decisão do juiz federal James Robart, do estado de Washington, que bloqueou temporariamente a ordem executiva de Trump.

A reação de Trump no Twitter, na ocasião, foi imediata: "Não acredito que um juiz colocaria o nosso país em tal perigo. Se algo acontecer, culpe-o e ao sistema judicial. Mau!", escreveu ele na última sexta-feira (5). As críticas de Trump vão além do Twitter, contudo, e ontem mesmo, em um evento com chefes de polícia das principais cidades americanas realizado em Washington D.C. ele chamou de "vergonhosos" os argumentos usados contra o seu veto.

Vaga na Suprema Corte

O juiz Neil Gorsuch, indicado por Trump à Suprema Corte, tem perfil conservador. Espera-se que ele possa equilibrar as forças entre conservadores e liberais no Supremo, que atualmente tem mais juízes progressistas. Gorsuch é conservador em alguns temas e declaradamente anti-eutanásia e anti-aborto. Ele foi indicado para a vaga do juiz conservador Antonio Scallia, falecido em fevereiro no ano passado.

A Suprema Corte americana é composta por nove magistrados, indicados pelo presidente da república e cujo nome deve ser confirmado pelo Senado. O cargo tem caráter vitalício. Desde que foi indicado Neil Gorsuch vinha mantendo a discrição e não deu entrevistas até então. Entretanto, tem se reunido com alguns senadores e articula-se entre republicanos e democratas.

Ainda não se sabe se as críticas de Gorsuch irão afetá-lo junto aos senadores mais alinhados a Trump ou se irão favorecê-lo junto aos senadores mais progressistas e de oposição.

Reação de Trump

O presidente Trump reagiu hoje pela manhã sobre a repercussão da entrevista do senador Blumenthal, e disse que a notícia sobre a crítica de Gorsuch era falsa. Em alguns posts no Twitter, Trump chamou Blumenthal de mentiroso, ao dizer que lutou no Vietnã, quando segundo Trump, isso nunca ocorreu. "O senador Richard Blumenthal, que nunca lutou no Vietnã, como disse há anos (grande mentira), agora deturpa o juiz Gorsuch?", questionou  o presidente no Twitter.

Mas hoje pela manhã, o porta voz de Neil Gorsuch, Ron Bonjean, disse em uma entrevista que o juís Gorsuch confirmou ter dito a Blumenthal "Você deve se sentir livre para falar o que eu disse sobre estes ataques [de Trump] como desanimadores e desmoralizantes".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos