Familiares de policiais militares bloqueiam quatro batalhões da PM no Rio

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

As manifestações de familiares de policiais militares continuam no Rio de Janeiro. Segundo a PM, desde o início da manhã, familiares se concentram em frente a 27 batalhões da Polícia Militar. Em quatro unidades, há bloqueios que impedem a entrada e saída de carros: nos batalhões do Méier (3º BPM), Tijuca (6º BPM), Mesquita (20ª BPM) e Campo Grande (40º BPM).

O comando das unidades está mantendo diálogo com os manifestantes para que suspendam seus bloqueios. Mesmo assim, segundo a PM, o policiamento não foi afetado.

Segundo a assessoria de imprensa da PM, os parentes reivindicam pagamento do décimo-terceiro salário, do Regime de Adicional de Serviço (RAS) pelo trabalho nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos e das metas atrasadas.

A PM disse, em nota, que não há paralisação da Polícia Militar, mas, sim, manifestações de familiares. "A Polícia Militar reitera que respeita o direito democrático de manifestação pacífica, mas é fundamental que as formas de buscar os nossos direitos não impeçam o ir e vir dos nossos policiais, nem coloquem em risco as nossas vidas, dos nossos familiares e de toda a população", diz a nota.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos