Meirelles diz que saque do FGTS ajuda a diminuir tamanho do Estado

Mariana Branco e Andréia Verdelio - Repórteres da Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (14) que a medida do governo de permitir o saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ajuda a diminuir o tamanho do Estado, ou seja, a interferência do Poder Público na economia. Meirelles deu a declaração no Palácio do Planalto, durante anúncio do calendário de saques do FGTS.

"[As medidas] estão inseridas em um processo maior, que é o de diminuição do tamanho do Estado, em benefício da alocação de mais recursos para a sociedade brasileira", afirmou o ministro. Segundo ele, o objetivo do governo é uma política econômica que gere mais empregos e renda. "Podemos discutir os meios de chegar lá. Mas o objetivo final é esse", afirmou.

De acordo com Meirelles, o saque ajudará na recuperação da economia. "O trabalhador poderá sacar recursos que permitem a cada um consumir, poupar, investir. Outra forma de beneficiar é o pagamento de dívida, outra forma de alavancar a economia. O endividamento das famílias e pessoas é o maior impeditivo para um crescimento mais rápido", comentou.

Crescimento do PIB

O ministro fez referência também às projeções de crescimento para o Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e riquezas produzidos em um país) em 2017. Oficialmente, a equipe econômica mantém a previsão de crescimento de 1% do PIB para este ano. O mercado financeiro, no entanto, estima alta menor, de 0,5%. O Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê 0,2% e a Organização das Nações Unidas (ONU), um crescimento da ordem de 0,6%.

"Temos perspectiva de crescimento [do PIB] neste trimestre para o ano de 2017 . A média de 2017 contra 2016 é um número menor porque partimos de uma base muito baixa", acrescentou.

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, disse que com a autorização do saque das contas inativas o governo demonstra "atos concretos" em favor do trabalhador. Ele citou outras medidas, como a extensão do prazo do saque do abono salarial de 2016 e o plano de reforma da legislação trabalhista, anunciado no fim do ano passado. "Isso mostra sintonia com a sociedade".

O calendário de saques de contas inativas do FGTS começa em 10 de março e vai até julho. Pode sacar os recursos quem tem contas inativadas até 31 de dezembro de 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos