MPSP cria sistema informativo de combate a organizações criminosas

Ludmilla Souza - Repórter da Agência Brasil

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) poderá contar com mais uma ferramenta no combate ao crime organizado: o Sistema Informativo Antiorganizações Criminosas (Siac). O sistema deve começar a funcionar até o fim deste semestre e vai concentrar dados sobre organizações criminosas para oferecer aos promotores de Justiça maior eficiência na investigação e nas medidas cíveis e criminais voltadas à prevenção e à repressão de crimes.

De acordo com o Setor de Inteligência do MPSP, com a quantidade de informações disponíveis hoje, é imprescindível a ajuda dos computadores para uma investigação eficiente. Inicialmente, o Siac vai cruzar dados dos bancos com elementos do MPSP para chegar a informações de identificação, nomes e apelidos, fotos, relacionamento com outros agentes e pessoas jurídicas, funções exercidas no grupo criminoso, áreas de atuação, imputações criminais, cíveis e de improbidade administrativa, penas, empresas e patrimônio.

Ao final da implementação do sistema, será possível integrar as informações geradas pelo MPSP a bancos de dados externos, como a Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp), Receita Federal, Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp) e concessionárias de telefonia, por exemplo. A ideia é complementar a varredura em fontes abertas, como o Tribunal de Contas da União (TCU) e até mídias sociais, em especial, o Google e Facebook.

O investimento inicial no Siac chegou a R$ 213 mil, liberado pelo governo federal em um convênio entre a Procuradoria-Geral de Justiça e o Ministério da Justiça. Segundo o Setor de Inteligência do MPSP, o sistema vai colaborar para a atuação integrada das diversas áreas do MPSP, já que permitirá acesso a uma base de investigados comum, com possível compartilhamento de dados entre o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), o Grupo Especial de Delitos Econômicos (Gedec), a Promotoria do Patrimônio Público, a Promotoria Criminal e outros órgãos de execução.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos