Patrulhamento das Forças Armadas no Rio terá 9 mil militares

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil

O policiamento das Forças Armadas na região metropolitana do Rio de Janeiro contará com 9 mil homens e será empregado em missões definidas com o objetivo de liberar efetivo da Polícia Militar. As informações foram anunciadas na manhã de hoje (14) pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, que afirmou que a ação tem caráter preventivo.

"Diferente do que vem se passando no Espírito Santo, [no Rio] não há descontrole, não há desordem", destacou o ministro.

A atuação das Forças Armadas foi autorizada pelo presidente Michel Temer em decreto publicado hoje no Diário Oficial da União. O governador  Luiz Fernando Pezão havia solicitado o emprego das Forças Armadas até o dia 5 de março, mas a operação inicialmente vai durar até 22 de fevereiro. Segundo o ministro, o prazo é padrão, e a continuidade da operação após esse período será reavaliada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos