Liga das Escolas de Samba de SP muda regulamento de jurados para este ano

Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil

A Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo (Liga SP) anunciou hoje (16) mudanças no regulamento oficial dos desfiles carnavalescos do grupo especial e de acesso para 2017. As escolas serão avaliadas por 36 novos jurados que passaram por treinamento e terão os nomes conhecidos apenas no dia da apuração. Além disso, a partir deste ano,  o jurado que não der nota para algum quesito terá que devolver o cachê recebido e os valores custeados pela Liga SP para sua participação no desfile.

Segundo o presidente da Liga SP, Paulo Sérgio Ferreira, conhecido como Serginho, foram feitas alterações no sistema de recrutamento, formação e treinamento dos jurados. A ideia é profissionalizar o julgamento deixando-o mais eficientes e com menos probabilidade de erros. Para escolher os jurados foram determinados os perfis para cada quesito e uma empresa de recursos humanos ficou responsável pela seleção dessas pessoas.

São Paulo - Paulo Sérgio Ferreira, presidente da Liga Independente das Escolas de Samba, destaca mudanças nas regras para o carnaval deste anoRovena Rosa/Agência Brasil

Na segunda etapa, após uma prova, foram escolhidas 54 pessoas para passar por um treinamento específico para cada quesito de forma que assimilassem a parte técnica e teórica do carnaval. No dia 23 de fevereiro haverá um sorteio para definir os 36 jurados que farão parte do grupo responsável pelas notas das escolas. Todos os nomes dos jurados serão mantidos em sigilo até o dia da apuração.

"Espero que tenhamos o melhor julgamento para o carnaval da cidade de São Paulo. Esse modelo me deixou muito confortável pela qualidade dos jurados que assimilaram muito fácil os critérios. São pessoas de alto nível, com doutorado ou PHD na área da cultura popular. Essa semana será fundamental. Vamos aplicar várias situações para que eles assimilem esse treinamento que ainda terá 77 horas intensivas".

Notas

De acordo com as novas regras, se um jurado deixar de atribuir nota a um quesito em julgamento, será atribuída à agremiação a média da soma das notas dadas pelos outros jurados. Se todos os jurados deixarem de atribuir a nota, o que vale é a média das notas dadas em outro quesito.

As mudanças foram implementadas porque no carnaval do ano passado duas escolas de samba foram prejudicadas porque um dos jurados deixou de dar nota em dois quesitos.

As regras também liberaram a reutilização de esculturas de escolas do grupo especial para as do grupo de acesso, desde que sejam feitas modificações.

Ingressos

A Liga SP criou uma bilheteria na estação São Bento do metrô para facilitar a compra dos ingressos para os foliões. Os ingressos também podem ser adquiridos pela internet e no Portão 1 da Bilheteria do Anhembi. Segundo Serginho, em alguns setores, 70% dos ingressos já foram vendidos e os preços variam de R$ 90 a R$ 140.

De acordo com a Liga SP, desfilam pelo grupo especial, na sexta-feira (24) a Tom Maior, Mocidade Alegre, Vila Maria, Tatuapé, Gaviões da Fiel, Tucuruvi, Águia de Ouro, Mancha Verde, Unidos do Peruche, Império da Casa Verde, Dragões da Real, Vai-Vai, Nenê de Vila Matilde, Rosas de Ouro. Pelo grupo de acesso, no domingo (26) passam pelo sambódromo a Estrela do Terceiro Milênio, Leandro de Itaquera, Camisa Verde e Branco, Independente, X-9 Paulistana, Imperador do Ipiranga, Colorado do Brás e Pérola Negra.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos