Senado dos EUA aprova nome polêmico para a Agência de Meio Ambiente

Paola De Orte

O Senado norte-americano aprovou Scott Pruitt para a Agência de Proteção do Meio AmbienteZACH GIBSON / AFP

O Senado norte-americano aprovou nesta sexta-feira (17) o nome de Scott Pruitt, indicado por Donald Trump para a Agência de Proteção do Meio Ambiente (Environmental Protection Agency - EPA, na sigla em inglês). Pruitt é considerado um nome polêmico, por já ter processado a agência que vai liderar diversas vezes, enquanto exercia o cargo de procurador-geral do estado de Oklahoma para defender a indústria do petróleo e do gás. Ele também já expressou dúvidas sobre o caráter científico das pesquisas sobre mudanças climáticas.

Os democratas, assim como grupos de ambientalistas, se opuseram à nomeação. Já os republicanos dizem que a agência está acabando com os empregos nos Estados Unidos na área do carvão e do petróleo, ao limitar emissões de gases de efeito estufa. Quase todos os senadores republicanos votaram a favor da nomeação. Outros, que ficaram contra a nomeação, demonstraram preocupação por causa da sua ligação com a indústria energética.

A confirmação ocorreu em um momento em que outras notícias sobre as políticas de Trump para o meio ambiente têm ocupado os noticiários. Ontem, o presidente assinou uma resolução que anula um decreto do ex-presidente Barack Obama que colocava restrições à indústria do carvão.

Além disso, Trump já autorizou a construção de um oleoduto que passa por terras indígenas e ameaçou retirar os EUA do Acordo de Paris, que trata de mudanças climáticas. O novo governo também deve anunciar em breve decretos que vão diminuir a regulamentação no campo da mineração.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos