Vice-presidente dos EUA utilizou e-mail pessoal para tratar assuntos de Estado

Paola De Orte - Correspondente da Agência Brasil

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, utilizou seu e-mail pessoal para tratar de temas de trabalho enquanto era governador de Indiana, segundo reportagem do jornal The Indianapolis Star, do estado natal do vice.  De acordo com o jornal, Pence teria tratado de temas de segurança nacional pelo e-mail,  entre eles os muros na residência oficial do governador e a resposta do estado para ataques terroristas em outros países.

 

Para Mike Pence (à direita), não há comparação entre os e-mails dele e os de Hillary ClintonAgência Lusa/EPA/Jason Szenes/Direitos Reservados

O jornal publicou ainda que a conta do vice teria sido hackeada no fim do ano passado. Conforme o relato, um hacker teria conseguido acesso ao e-mail do vice e enviado mensagens a seus contatos informando que ele e a mulher estavam sem dinheiro nas Filipinas e precisando de ajuda.

O caso lembra o de Hillary Clinton, candidata à Presidência dos Estados Unidos, que utilizou o e-mail pessoal, assim como um servidor instalado em sua casa, enquanto era secretária de Estado. Hillary passou por investigações do FBI e a revelação foi apontada como uma das causas para que ela perdesse as eleições para Donald Trump.

Durante uma entrevista em setembro do ano passado, Mike Pence afirmou que Hillary Clinton "operava de maneira a manter seus e-mails e, sobretudo, suas interações como secretária de Estado com a Fundação Clinton longe do alcance do público, de modo que não precisasse prestar contas à sociedade".

Hoje (3), Pence falou pela primeira vez em público sobre o caso e disse que obedeceu à lei do estado de Indiana.

Acrescentou que não há comparação entre o que Hillary fez e o uso do seu e-mail pessoal, já que, segundo ele, ela tinha um servidor privado, utilizou erroneamente informações secretas e destruiu e-mails solicitados pelo Senado. "Seguimos totalmente as leis do estado de Indiana", concluiu o vice-presidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos