Debater Previdência só com base em direitos é "inócuo", diz relator

Mariana Branco - Repórter da Agência Brasil

O relator da reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA), afirmou hoje (7) que quem discute o assunto falando apenas em direitos traz uma contribuição "inócua" ao debate. " O direito, todos nós sabemos. O que está mudando sabemos também. O nosso grande desafio é combinar esse direito com o orçamento que nós temos, o que o Brasil pode pagar. A política econômica que o país adotou nos últimos anos, de fazer gastança, trouxe para os mais pobres, sobretudo, uma situação problemática", disse o relator.

Maia deu a declaração durante audiência pública na comissão especial da Câmara dos Deputados para análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, que trata da reforma. Nesta terça-feira, a comissão debate critérios para aposentadorias especiais, com a presença de representantes de policiais. Os representantes criticaram a intenção do governo de acabar com esse tipo de aposentadoria para o grupo.

Arthur Maia disse que é "sensível" à situação dos policiais. "Estou sendo procurado pelos policiais e não nego que sou sensível. [Mas] eu não estou convencido de que o policial em função administrativa corra o mesmo risco que o policial que está na rua", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos