Custo de vida em São Paulo cai 0,14% em fevereiro, diz Dieese

Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil

Os grupos que apresentaram queda de valor foram transporte, vestuário, equipamento doméstico, recreação , alimentação  e habitação Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Índice do Custo de Vida do município de São Paulo registrou queda de 0,14% em fevereiro, na comparação com janeiro, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Em 12 meses, entre março de 2016 e fevereiro deste ano, a variação acumulada foi 4,48%.

As taxas foram negativas para todos os estratos de renda. A variação foi -0,17% para o estrato 1, com renda mensal de R$ 377,49, e para o estrato 3, com renda média de R$ 2.792,90. A taxa foi -0,08% para o estrato 2, com renda média de R$ 934,17. Nos dois primeiros meses do ano, as variações acumuladas foram mais altas para as famílias com maiores rendas: 1º estrato 0,31%; 2º 0,71% e 3º estrato, 1,14%.

Os grupos que apresentaram queda de valor foram transporte (-0,91%), vestuário (-0,70%), equipamento doméstico (-0,57%), recreação (-0,15%), alimentação (-0,08%) e habitação (-0,08%). Quatro grupos registraram aumento nos preços: despesas diversas (0,50%), saúde (0,29%), despesas pessoais (0,10%) e educação e leitura (0,09%).

No acumulado dos dois primeiros meses do ano, apenas dois grupos registraram taxas superiores ao índice geral, de 0,90%: educação e leitura (6,71%) e despesas diversas (3,82%). Menores variações foram verificadas nos grupos recreação (0,84%), habitação (0,81%), saúde (0,52%), despesas pessoais (0,42%), equipamento doméstico (0,34%), alimentação (0,18%), transporte (0,12%) e vestuário (-1,27%).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos