No dia da mulher, trabalhadoras do MST ocupam fazenda de Eike Batista

Leo Rodrigues - Correspondente da Agência Brasil

  • Ricardo Borges/Folhapress

    Eike Batista durante chegada à PF, em janeiro

    Eike Batista durante chegada à PF, em janeiro

Mulheres do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam hoje (8) uma fazenda que pertence ao empresário Eike Batista. A propriedade fica em Itatiaiuçu (MG) e tem cerca de 3.000 mil hectares. O ato integra um conjunto de ações do MST planejado para o Dia Internacional da Mulher.

Segundo a integrante da direção nacional do MST, Esther Hoffman, as terras da fazenda estão improdutivas há seis anos. A ocupação contou com a participação de 100 mulheres e será montado um acampamento para cerca de 150 famílias.

 

 

Eike está em prisão preventiva desde o final de janeiro. Proprietário do grupo EBX, ele é suspeito de lavagem de dinheiro em um esquema de corrupção que envolve ainda o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, que também está preso.

O empresário Eike, de 60 anos já foi considerado o homem mais rico do Brasil, mas seus negócios entraram em crise a partir de 2013. A Agência Brasil fez contato com o advogado de Eike, mas não obteve retorno.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos