Ministro das Cidades e prefeito de Salvador discutem metrô da capital baiana

Sayonara Moreno - Correspondente da Agência Brasil

O sistema metroviário de Salvador, obra com maior investimento atual do Ministério das Cidades, foi tema de um encontro na capital baiana hoje (9), entre o ministro da pasta, Bruno Araújo e o prefeito da cidade, ACM Neto. Assuntos como investimento, eficácia da empresa que realiza as obras e etapas a serem concluídas foram debatidos.

Araújo destacou que o metrô soteropolitano é uma das maiores obras do governo federal e que tem um aporte maior que a soma de investimentos de alguns estados da federação. "Temos noção da importância da mobilidade para a população de Salvador e da região metropolitana. [Esse investimento] é justo porque a Bahia merece essa atenção do governo federal", destacou.

As obras do metrô baiano fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) - Mobilidade Urbana, cujo investimento, segundo o Ministério das Cidades, chega a R$ 3,6 bihões. A verba vem dos governos federal, estadual e municipal, além da iniciativa privada, por meio da concessionária que realiza a construção e operação do sistema.

"Eu quero cumprimentar a empresa concessionária, pela eficiência demonstrada. Uma das formas de medir a eficiência de uma empresa é a velocidade com a qual ela manda a conta. A conta tem chegado e isso significa que a obra física está acontecendo", disse o ministro, em tom de brincadeira, ao falar sobre o andamento das obras.

A primeira linha do projeto já está em funcionamento e custou R$ 750 milhões. A segunda linha, no entanto, foi subdividida em três etapas: a primeira já está concluída, a segunda etapa encontra-se em fase final e a terceira tem previsão de ser finalizada em dezembro deste ano. As três receberam um investimento de R$ 2,9 bilhões, no total.

Governador não veio

Questionado, Bruno Araújo negou ter visitado o metrô de Salvador numa possível tentativa de atribuir as obras ao governo federal. "É mais que uma tentativa, o presidente Michel Temer virá participar das próximas inaugurações do metrô. Não como tentativa, mas como mandatário da nação que transfere os recursos do governo federal para viabilizar esta obra", rebateu Araújo.

Após a reunião, o ministro e o prefeito e equipe técnica visitaram algumas estações de metrô. Como as obras do metrô envolvm recursos das três esferas de governo, ACM Neto informou que o governador da Bahia, Rui Costa, foi convidado para a reunião, apesar de não ter participado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos