Após manhã complicada, paulistanos têm trânsito normal no fim do dia

Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil

 

Mesmo parcial, a paralisação dos ônibus atingiu cerca de 2,5 milhões de passageiros durante a manhã em São PauloRovena Rosa/Agência Brasil

Após enfrentar um recorde de congestionamento no período da manhã de hoje (15), os paulistanos encontraram trânsito dentro da normalidade no fim do dia. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 19h a cidade tinha 115 quilômetros de congestionamento, dentro da média para esse horário, que varia de 75 a 127 quilômetros.

Durante a manhã, com as manifestações do Dia Nacional de Paralisação contra a Reforma da Previdência, a CET registrou 201 quilômetros de congestionamento na região do centro expandido - recorde de trânsito em 2017 no período até as 12 horas.

Das seis linhas do Metrô, duas estavam, às 19h30, com a operação normalizada (a 4-Amarela e a 5-Lilás), três funcionavam parcialmente (a 1-Azul, a 2-Verde e a 3-Vermelha) e uma continuava paralisada desde a manhã (a linha 15-Prata).

Os trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) operavam normalmente. Segundo a CPTM,  22 estações ainda permaneciam fechadas, sem previsão de abertura, entre elas a Barra Funda, a maior da zona Oeste da capital.

Os ônibus do transporte coletivo também estavam operando normalmente no fim da tarde e início da noite. Após a paralisação da manhã, que atingiu cerca de 2,5 milhões de passageiros, conforme informações da prefeitura, a SPTrans determinou que a concessionárias colocassem a frota operacional total nas ruas, mesmo fora do horário de pico, das 10h às 17h.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos