Ministro do STF abre inquérito para investigar Padilha por crime ambiental

André Richter - Repórter da Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski abriu hoje (15) inquérito para investigar o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, pela suposta prática de crime ambiental. O ministro atendeu pedido feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

De acordo com a PGR, a empresa da qual Padilha é sócio teria construído um canal de drenagem em uma área de preservação em Palmares do Sul, no Rio Grande do Sul. Ao STF, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu abertura de inquérito para investigar os fatos, além de autorização para ouvir testemunhas e o ministro sobre o caso.

"Com efeito, à primeira vista, os fatos descritos pelo procurador-geral da República em sua manifestação configuram, em tese, ilícito penal, devendo-se salientar que os autos possuem elementos probatórios aptos a embasar o início das investigações", escreveu Lewandowski em sua decisão.

Procurada pela Agência Brasil, a assessoria de Casa Civil informou que o ministro não vai se manifestar sobre a decisão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos