Protesto contra a reforma da Previdência mobiliza população em Fortaleza

Edwirges Nogueira - Correspondente da Agência Brasil*

Centrais sindicais, estudantes, trabalhadores e representantes de outros segmentos participaram hoje (15) de atos contra a reforma da Previdência em Fortaleza. A principal manifestação ocorreu no centro da cidade, na Praça da Bandeira.

Segundo a Frente Brasil Popular, que organizou o evento, 30 mil pessoas participaram da passeata. A Polícia Militar não divulgou estimativa. "A reforma da Previdência vai beneficiar apenas as grandes empresas. Com o aumento da idade para se aposentar, vamos ter que contribuir por 49 anos. Ou seja, não há possibilidade de o povo brasileiro se aposentar", declarou Josival Oliveira, integrante da frente.

A passeata seguiu da Praça da Bandeira até uma das agências da Previdência Social, que fica no centro. Em ruas da cidade e em terminais de integração de ônibus, houve paralisação de motoristas e cobradores, e passageiros desceram dos veículos para aderir ao ato.

"A população se engajou, pois a reforma da Previdência prejudica a todos os trabalhadores diretamente", disse o assessor político do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Ceará (Sintro-CE).

Em outros municípios do estado, também houve manifestações. Em Crateús, a 360 quilômetros de Fortaleza, houve passeata no centro da cidade, e os participantes ocuparam a entrada da agência da Previdência Social. Em Poranga, a 350 quilômetros da capital, estudantes fizeram paralisação e caminhada pela cidade.


*Com informações da TV Ceará
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos