Tumulto antecipa fim da manifestação contra reforma da Previdência no Rio

Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil

Manifestantes protestam contra reforma da Previdência em passeata na Avenida Presidente VargasFernando Frazão/Agência Brasil

Uma briga que começou com o enfrentamento de estudantes mascarados contra guardas municipais acabou antecipando o fim da manifestação contra a refoema da Previdência no Rio de Janeiro. Após os estudantes lançarem alguns rojões contra o posto da Guarda Municipal, que fica em frente à Central do Brasil, os próprios sindicalistas que participavam do ato iniciaram uma briga com os mascarados. Pedras foram lançadas no meio do protesto, por ambos os lados.

Em seguida, um efetivo da guarda começou a reprimir os estudantes com bombas de gás e o uso cassetetes. Os mascarados reagiram com mais rojões e pedras contra a guarda. Por causa do tumulto, o ato que previsto para continuar acabou intrrompido e os manifestantes se dispersaram. A caminhada havia começado na Igreja da Candelária, de onde seguiu até a Central do Brasil.

As pistas da Avenida Presidente Vargas foram bloqueadas para o trânsito em ambos os sentidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos