No Rio, 34 postos vão abrir manhã para vacinar contra a febre amarela

Flávia Villela - Repórter da Agência Brasil

Para diminuir as filas nos postos de vacinação da cidade do Rio de Janeiro, a Secretaria Municipal de Saúde vai oferecer vacinas contra a febre amarela excepcionalmente neste sábado (18) em 34 postos de Atenção à Saúde Básica, das 8h ao meio-dia.

A procura dos cariocas pela vacina aumentou depois da confirmação de dois casos da doença na região rural de Casimiro de Abreu. O pedreiro Watila Santos, de 38 anos, morreu no último sábado (11) e a outra vítima da doença, Alessandro Valença Couto, de 37 anos, está internada no Hospital dos Servidores do Estado, na capital. 

A capital e a região metropolitana do Rio ainda não são alvo da campanha estadual de vacinação, que está priorizando 25 municípios próximos de Casimiro de Abreu. Na quinta-feira (16), o Corpo de Bombeiros entregou um lote com 1 milhão de doses da vacina contra a febre amarela para esta região, solicitado na quarta-feira ao Ministério da Saúde em caráter emergencial.

Doadores de sangue

A Secretaria de Estado de Saúde alerta que o voluntário tem que aguardar quatro semanas para doar sangue, após ter tomado a vacina contra a febre amarela. Por isso, o Hemorio,  que abastece as emergências dos grandes hospitais da rede pública, convoca a população a doar sangue antes de ser vacinada. A medida é necessária para que o abastecimento de sangue no estado não seja prejudicado.

"Essas quatro semanas são necessárias para que o organismo crie anticorpos contra o vírus da febre amarela. Antes desse período, o sangue não é seguro para ser transfundido", explicou o diretor-geral do Hemorio, Luiz Amorim.

O Hemorio tem capacidade para receber até 400 doadores por dia e abastece as emergências dos grandes hospitais da capital do estado, maternidades e outras unidades de saúde. Com a vacinação já iniciada em 25 municípios, a capital deve suprir as necessidades desses locais, que ficarão impedidos de captar sangue em grande quantidade por algumas semanas.

Quem tomou a vacina contra a febre amarela há mais de quatro semanas pode doar sangue normalmente. Quem teve a doença também, desde que esteja curado há mais de um ano. É preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos, estar bem de saúde e ter documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. O Hemorio funciona todos os dias, das 7h às 18h, na Rua Frei Caneca, n° 8, no centro do Rio.

Para obter mais informações, o voluntário deve ligar para o Disque Sangue (0800 282 0708), que esclarece dúvidas e informa o endereço das outras 25 unidades de coleta distribuídas pelo estado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos