Greve na Guiana Francesa adia lançamento de satélite brasileiro ao espaço

Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil

Fase de testes do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas na Guiana FrancesaDivulgação/Arianespace

Foi adiado mais uma vez o lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas ao espaço. Inicialmente previsto para hoje (21), o lançamento tinha sido adiado para amanhã (22), por causa da greve geral que atinge a Guiana Francesa, de onde o equipamento será lançado. A Telebras anunciou hoje que a empresa lançadora de satélites Arianespace decidiu adiar novamente o lançamento por causa da continuidade do movimento social.

"Confirmada a nova data de lançamento pela Arianespace, a Telebras informará a sociedade, seus acionistas e o mercado", informou a Telebras, em nota.

Este será o primeiro satélite geoestacionário brasileiro de uso civil e militar. Adquirido pela Telebras, o equipamento será utilizado para comunicações estratégicas do governo e para ampliar a oferta de banda larga no país, especialmente em áreas remotas. O satélite será lançado do Centro Espacial de Kourou, na Guiana, e ficará posicionado a 36 mil quilômetros da superfície da Terra, cobrindo todo o território brasileiro e o Oceano Atlântico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos