Índice que reajusta aluguel sobe 4,86% em 12 meses

Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil

Índice que eleva aluguéis variou 0,01% em março, mostrando queda em relação a fevereiro, quando ficou em 0,08%Wilson Dias/Agência Brasil

O Índice Geral de Preços -Mercado (IGP-M), usado no reajuste de alugueis, registrou alta de 4,86% no acumulado de 12 meses. O índice variou 0,01% em março, mostrando queda em relação a fevereiro, quando ficou em 0,08%.

Os dados foram divulgados hoje (30), em São Paulo, pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV). Segundo o levantamento, em março de 2016, índice ficou em 0,51%. No acumulado dos primeiros três meses de 2017, apresentou variação de 0,74%.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) teve variação de -0,17%. No mês anterior, a taxa foi de -0,09%. O índice relativo aos Bens Finais variou -0,08%, em março. Em fevereiro, esse grupo de produtos mostrou variação de -0,61%.

Queda afeta três setores

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) acusou variação de 0,38% em março, ante 0,39% de fevereiro. Três das oito classes de despesa tiveram decréscimo, sendo que a principal foi Educação, Leitura e Recreação (2,15% para -0,29%).

Também houve decréscimo no grupo transportes (0,51% para 0,15%), com destaque para ônibus urbano (1,13% para 0,42%); e no grupo comunicação (0,28% para -0,69%), com resultado relevante da tarifa de telefone residencial (-0,11% para -2,70%).

Registraram acréscimo os grupos: alimentação (-0,22% para 0,40%), habitação (0,44% para 0,84%), despesas diversas (0,35% para 0,76%), saúde e cuidados pessoais (0,47% para 0,56%) e vestuário (-0,05% para 0,22%).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos