Primeira reunião do conselho de indústria e comércio do Mercosul ocorre hoje

Da Agência Brasil

A capital argentina recebeu hoje (5) a primeira reunião do Conselho de Ministros da Indústria, Comércio e Serviços do Mercosul. O novo mecanismo de diálogo bilateral servirá para incentivar as trocas comerciais entre os parceiros do bloco e facilitar as discussões sobre assuntos estratégicos, como o futuro do Mercosul, novas tecnologias, indústria 4.0, aprofundamento da integração comercial na região e com países fora do bloco. Além disso, discutirá medidas para promover os investimentos, a inovação, o empreendedorismo, a produção, o emprego e a internacionalização das pequenas e médias empresas.

As reuniões do conselho ocorrerão duas vezes por ano nos países que exercerem a presidência temporária. O próximo encontro está marcado para junho deste ano, também em Buenos Aires.

Na primeira reunião participaram o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços do Brasil, Marcos Pereira; a ministra da Indústria, Energia e Mineração do Uruguai, Carolina Cosse; o ministro da Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite; e o ministro da Produção da Argentina, Francisco Cabrera.

Balanço

Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, nos meses de janeiro e fevereiro de 2017, as exportações brasileiras para o Mercosul cresceram 20,7% sobre igual período de 2016. As importações do Mercosul, neste início de 2017, também têm registrado crescimento. Em janeiro e fevereiro, as compras externas brasileiras dos países do bloco subiram 19,3%.

No ano passado, as exportações brasileiras para os países do bloco foram US$ 19,658 bilhões e as importações chegaram a US$ 12,007 bilhões, com superávit de US$ 7,651 bilhões para o Brasil. No mesmo período, as vendas externas do Brasil para o Mercosul foram compostas, principalmente, de produtos manufaturados (84%). Os básicos representaram 13% e os semimanufaturados, 2,8%. As importações brasileiras do Mercosul foram, no ano passado, 70,4% de produtos manufaturados, 26,6% de básicos e 2,9% de semimanufaturados.

 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos