SP tem dança indiana, shows e exposições na agenda cultural do fim de semana

Ludmilla Souza - Repórter da Agência Brasil

O fim de semana na capital paulistana oferece diversas atividades culturais ao público como concerto de piano no Auditório do Ibirapuera, show da cantora baiana Daniela Mercury no Sesc Itaquera, apresentação de dança indiana no Museu da Imigração e a exposição de Yoko Ono O céu ainda é azul, você sabe..., no Instituto Tomie Ohtake.

No mês em que se lembra o aniversário do Golpe Militar de 1964, há também eventos para debater o tema, como o lançamento do livro A repressão militar-policial no Brasil - O Livro chamado João , além da exposição A desobediência civil no Memorial da Resistência. O Sesc Vila Mariana exibe ainda a mostra Meus Caros Amigos - Augusto Boal - Cartas do Exílio.

Já em comemoração à Páscoa, há ainda a exposição ao ar livre Paixão - Caminhando no amor, na união e na justiça, na Praça Aldo Chioratto, em frente ao Parque do Ibirapuera. E para conhecer mais sobre São Paulo, uma aula pública na Avenida Paulista vai explorar o tema A Cidade de Todas as Cores, no domingo. Confira a agenda:

Aula pública na Avenida Paulista

Participantes terão a oportunidade de explorar o significado do Direito à Cidade e as disparidades na sua efetivação para pessoas de diferentes identidades de gênero, raça, orientação sexual e classe social.  A aula pública A Cidade de Todas as Cores é um projeto do Instituto Pólis em parceria com o Museu de Arte de São Paulo (Masp). Na aula, o morador e o visitante da cidade podem descobrir e refletir sobre quantas São Paulos diferentes existem. A aula acontece no domingo (9), às 15h, na Avenida Paulista, em frente ao Masp.

Aula pública A Cidade de Todas as Cores

Data: 9 de abril, domingo

Horário: 15h

Local: Museu de Arte de São Paulo - Masp - Avenida Paulista, 1578.

Entrada: Gratuita

Classificação indicativa: livre


Apresentação de dança indiana

Com uma comunidade crescente de imigrantes em São Paulo, a Índia será homenageada no projeto VIVA! , do Museu da Imigração (MI). No palco montado no jardim do local, o público poderá assistir a uma atração internacional de dança folclórica do Rajastão e ainda uma mostra de artesãos indianos. O evento é uma parceria do MI com o Consulado Geral da Índia de São Paulo e o Centro Cultural da Índia.

A performance de dança ficará por conta do grupo de Moru Sapera, oriundo da cidade de Jaipur. Os dançarinos vão mostrar diversos estilos ancestrais provenientes do Rajastão, onde as danças são conhecidas mundialmente por seu vigor, graça e expressividade.

Projeto VIVA! Dança indiana

Data: 9 de abril, domingo

Horário: das 15h às 18h

Local: Museu da Imigração - Rua Visconde de Parnaíba, 1316, Mooca.

Entrada: Gratuita

Classificação indicativa: Livre

Meus Caros Amigos - Augusto Boal - Cartas do Exílio

Parte da correspondência do teatrólogo Augusto Boal durante os anos de seu exílio político, de 1971 a 1986, estão reunidas na exposição Meus Caros Amigos - Augusto Boal - Cartas do Exílio. Com curadoria de Eucanaã Ferraz, poeta e professor de Literatura Brasileira, a mostra está em cartaz no Sesc Vila Mariana. Além das 40 cartas - a maior parte recebida por Boal -, estão expostos fotografias, passaportes, alguns livros e depoimentos em vídeo de Chico Buarque, Fernanda Montenegro, Fabian Boal, seu filho, e Cecilia Boal, viúva do teatrólogo.

Na exposição destaca-se uma carta escrita por Chico Buarque, em 20 de julho de 1975, em que comenta a parceria entre eles para a música Mulheres de Atenas, composta para uma peça de Boal nunca encenada, além de uma letra ainda não finalizada para um chorinho de Francis Hime, mais tarde batizado de Meu Caro Amigo, canção que inspirou o nome da exposição.

Exposição Meus Caros Amigos - Augusto Boal - Cartas do Exílio

Data: Até 25 de junho de 2017

Horário: terças a sextas-feiras, das 10h às 21h; sábados, das 10h às 20h30; domingos e feriados, das 10h às 18h30.

Local: Sesc Vila Mariana - Rua Pelotas, 141, Vila Mariana - 1º andar, Atrium, Torre A.

Entrada: Gratuita

Classificação indicativa: Não recomendada para menos de 10 anos


O Livro chamado João

Nesta edição do projeto Sábado Resistente haverá o lançamento do livro A repressão militar-policial no Brasil - O livro chamado João, concebido e escrito por diversos presos políticos quando ainda encarcerados. O Sábado Resistente é uma realização do Memorial da Resistência, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, em parceria com o Núcleo de Preservação da Memória Política.

Durante quatro décadas, João - apelido dado ao livro - circulou de forma clandestina entre os opositores do regime militar brasileiro. O ensaio de mais de 260 páginas foi escrito de forma coletiva na década de 1970 por presos da Casa de Detenção de São Paulo. A maioria dos autores do livro era membro da Ação Libertadora Nacional (ALN), mas havia combatentes do Movimento de Libertação Popular (Molipo) e da Vanguarda Popular Revolucionária (VPR).

Lançamento do livro A repressão militar-policial no Brasil - O livro chamado João

Data: 8 de abril, sábado

Horário: 14h

Local: Memorial da Resistência - Largo General Osório, 66 - Luz - Auditório Vitae - 5º andar

Entrada: Gratuita

Classificação indicativa: livre

A desobediência civil, no Memorial da Resistência

Quem estiver no Memorial da Resistência também pode aproveitar e visitar a exposição A desobediência civil, de Geraldo Souza Dias. A mostra é composta por 22 pinturas a óleo e colagem sobre tela e madeira, com duas obras compostas de múltiplos quadros de pequenas e médias dimensões. O objetivo da mostra é revelar e refletir situações político-sociais de constrangimento às liberdades e aos direitos humanos na história republicana brasileira, retratadas na arte de Geraldo.

Exposição A desobediência civil

Data: Até 25 de setembro de 2017

Horário: Todos os dias, exceto às terças-feiras, das 10h às 18h

Local: Memorial da Resistência - Largo General Osório, 66 - Luz - Sala 1 - 3º andar

Entrada: Gratuita

Classificação indicativa: livre


Concerto EcoMúsica: Conversas de um piano com a fauna brasileira

O Auditório Ibirapuera recebe no sábado (8) o concerto EcoMúsica: Conversas de um piano com a fauna brasileira. Além de interpretar todo o repertório do CD homônimo, o pianista Fábio Caramuru apresenta músicas como Dindi, Água de beber, Passarim e Sabiá, composições de Tom Jobim, também inspiradas na natureza. O CD é composto por temas originais, em diálogo com diferentes registros sonoros de animais.

Concerto EcoMúsica: Conversas de um piano com a fauna brasileira

Data: 8 de abril, sábado

Horário: 21h - Duração: 55 minutos

Local: Auditório Ibirapuera - Av. Pedro Alvares Cabral, s/n - Portão 2 do Parque do Ibirapuera

Entrada: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)

Classificação indicativa: livre

Exposição O céu ainda é azul, você sabe..., de Yoko Ono

A exposição O céu ainda é azul, você sabe..., concebida especialmente para o Instituto Tomie Ohtake, é formada por 65 peças de "Instruções", que evocam a participação do espectador para sua realização. São trabalhos que questionam a ideia por trás de uma obra, destacando a sua efemeridade enquanto a desmitificam como objeto.

Com a curadoria de Gunnar B. Kvaran, crítico islandês e diretor do Astrup Fearnley Museum of Modern Art, em Oslo, a exposição O céu ainda é azul, você sabe... revela os elementos básicos que definem a ampla carreira de Yoko Ono, uma das principais artistas experimentais e de vanguarda.

Exposição O céu ainda é azul, você sabe..., de Yoko Ono

Data: Até 28 de maio

Horário: Terça a domingo, das 11h às 20h

Local: Instituto Tomie Ohtake - Rua dos Coropés, 88, Pinheiros.

Entrada: R$ 12. Grátis às terças-feiras.

Classificação indicativa: livre

Show Daniela Mercury, A Voz e o Violão

O Sesc Itaquera recebe no próximo domingo (9) o show acústico Daniela Mercury, A Voz e O Violão. No repertório, além de grandes sucessos de carreira, como Ilê pérola negra (ilê), Como vai você, Música de Rua, Swing da cor e Canto da Cidade, o público poderá conhecer algumas canções inéditas que estarão no seu próximo álbum.

Show Daniela Mercury, A Voz e o Violão

Data: 9 de abril, domingo

Horário: 16h

Local: Sesc Itaquera - Av. Fernando do Espírito Santo Alves de Mattos, 1000, Itaquera.

Entrada: Gratuita

Classificação indicativa: livre


Exposição Paixão - Caminhando no amor, na união e na justiça,  de Gilmar Pinna

Composta por 46 esculturas de aço inox, com aproximadamente 3 metros de altura cada, a exposição Paixão - Caminhando no amor, na união e na justiça reúne diferentes religiões e revisita importantes momentos de Cristo a caminho do calvário. Um total de 15 momentos (estações) da Via-Crúcis são lembrados. O escultor internacional Gilmar Pinna lança mão de personagens icônicos do universo religioso, como Buda, Allan Kardec, Iemanjá, Oxalá, Tupã, Krishina, Ganesha e Amon Rá, para dar vida à mostra.

Exposição ao ar livre Paixão - Caminhando no amor, na união e na justiça

Data: Até 6 de maio

Horário: Livre

Local: Praça Aldo Chioratto, em frente ao portão 10 do Parque do Ibirapuera - Vila Mariana.

Entrada: Gratuita (facultativa a doação de um quilo de alimento não-perecível, que será destinada a entidades beneficentes)

Classificação indicativa: livre

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos