Cooperativas de reciclagem participam de campanha de coleta de televisores em SP

Ludmilla Souza - Repórter da Agência Brasil

Os televisores analógicos, conhecidos com TV de tubo, já têm destino certo no estado de São Paulo. Quem não adaptou o conversor ou possui um televisor digital, não precisa se preocupar com o aparelho antigo nem se desfazer dele de qualquer forma e correr o risco de contaminar o meio ambiente.

O trabalho de coleta dos aparelhos analógicos é coordenado pela Seja Digital, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para digital da televisão aberta no Brasil, e conta com o apoio da Associação Brasileira de Reciclagem e Inovação e das escolas técnicas do estado. Os televisores são recolhidos, desmontados e reaproveitados. Com grande quantidade de chumbo e outros materiais contaminantes, os tubos são reindustrializados.

De acordo com a gerente regional da Seja Digital em São Paulo, Cecília Zanoti, o descarte responsável é importante para a natureza e a saúde das pessoas. "Quando descartados de qualquer jeito, [os televisores] podem virar foco de dengue. Se a capa está quebrada, acumula água.Além disso, eles têm metais pesados dentro, como mercúrio, chumbo, que podem contaminar o lençol freático e a terra, e em contato com a pele, pode ser prejudicial para as pessoas. Por isso, é importante descartar a televisão e o lixo eletrônico no local correto", explica.

A gerente informou que a campanha é permanente e que 6,5 mil televisores foram recolhidos na Região Metropolitana de São Paulo. "É preciso criar essa cultura de descarte consciente do lixo eletrônico", completa Cecília.

O que fazer com a sua TV velha

Para saber quais as entidades fazem a coleta, os interessados devem entrar no site da Seja Digital e acessar o ícone "O que fazer com a sua TV velha". É possível encontrar o ponto de coleta mais próximo de cada residência, por meio do Código de Endereçamento Postal (CEP). São 235 pontos, dos quais 19 são cooperativas que podem retirar os aparelhos nos endereços. Além dos televisores de tubo, também podem ser recolhidos antenas comuns, antenas parabólicas, e televisores de LCD, LED e plasma.

O desligamento do sinal analógico de TV ocorreu em 29 de março em toda a Região Metropolitana de São Paulo. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as regiões de Goiânia, Belo Horizonte, Fortaleza, Recife, Salvador, Rio de Janeiro, Vitória e o interior paulista também passarão pela mudança ainda em 2017.

Descartar o televisor antigo e investir em um televisor digital não é obrigatório, já que, com o conversor instalado e a antena adequada, qualquer televisor pode transmitir a programação de TV aberta por meio do sinal digital.

Distribuição de kits

Na Região Metropolitana de São Paulo, a distribuição de kits gratuitos para famílias inscritas em programas sociais do governo federal continuará até 13 de maio. A Seja Digital distribui os equipamentos e orienta a população que ainda tiver dúvidas. Os canais de atendimento (www.sejadigital.com.br e a central telefônica 147) estão disponíveis 24 horas por dia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos