Temer repudia atentados a igrejas coptas no Egito

André Richter - Repórter da Agência Brasil

O presidente Michel Temer repudiou hoje (9) os atentados a bomba em duas igrejas coptas (vertente do cristianismo) no Egito. Pelo Twitter, Temer disse que recebeu a notícia com profunda tristeza. "Repudiamos toda forma de intolerância religiosa e de extremismo violento. Nossa solidariedade às vítimas e seus familiares", escreveu o presidente na rede social.

Em nota divulgada à imprensa, o Ministério das Relações Exteriores também se manifestou e declarou que o governo brasileiro tomou conhecimento dos atentados com profunda consternação.

"Ao expressar suas condolências às famílias das vítimas, seus votos de plena recuperação aos feridos e sua solidariedade com o povo e o governo do Egito, o Brasil reitera sua condenação a todo e qualquer ato de terrorismo, independente de sua motivação", destacou a nota.

De acordo com o último balanço divulgado pelas autoridades locais, pelo menos 36 pessoas morreram e 74 ficaram feridas após as duas explosões, que ocorreram nas cidades de Tanta e Alexandria. As bombas foram detonadas durante a celebração de missas em comemoração ao Domingo de Ramos, data que marca o início da Semana Santa.

Após a confirmação das primeiras mortes, o grupo terrorista Estado Islâmico confirmou, por meio de comunicado enviado a simpatizantes e divulgado pelas redes sociais, ter ordenado os ataques.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos