Motoqueiro é morto durante assalto em Laranjeiras, no Rio

Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasill

O Rio de Janeiro enfrentou hoje (14) cenas de violência em alguns pontos da cidade. Em Laranjeiras, na zona sul, Miguel Ayoub Zakhour, de 19 anos, foi ferido por um tiro no tórax, ao ser abordado por criminosos que queriam roubar a moto em que estava com a namorada. O casal tinha parado no cruzamento das ruas das Laranjeiras e Pinheiro Machado, quando foi abordado pelos assaltantes.

Miguel chegou a ser socorrido por uma ambulância do Corpo de Bombeiros e levado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, zona sul da cidade. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o rapaz chegou à unidade com um quadro crítico e uma lesão muito grave.

A equipe médica começou uma cirurgia, mas Miguel não resistiu e morreu. A namorada, que não teve o nome identificado, foi liberada após o atendimento no  hospital. Ela sofreu escoriações.

O caso foi registrado na 9ª Delegacia (Catete), mas após a morte do jovem, o crime está sendo apurado pela Delegacia de Homicídios da Capital.

No perfil de Miguel no Facebook há muitas mensagens de conforto à família, inclusive de pessoas que não o conheciam e de amigos que falam sobre a falta que o rapaz fará. Alguns se mostram indignados com a violência no Rio.

Bandidos e polícia trocam tiros em Vila Isabel

Em Vila Isabel, na zona norte, houve confronto entre criminosos que iam explodir o caixa eletrônico de uma agência do Banco Santander, no Boulevard 28 de Setembro, e policiais civis da Delegacia de Homicídios (DH), que naquele momento passavam pelo local. Antes da chegada da polícia, os bandidos, usando capuz e fuzis, renderam alguns motoristas e os obrigaram a sair dos carros. Os veículos ficaram atravessados nas duas pistas da via.

"Eu sai do carro e ele ficou parado no meio da rua", contou Benjamim Magalhães, de quase 70 anos, dono de uma padaria próxima ao banco. Ele estava chegando para trabalhar e teve o veículo atingido pelos tiros. "Meu carro [foi atingido] e vários que estavam parados no meio da rua", contou em entrevista à repórter Lígia Souto, do radiojornalismo da EBC.

Não foi divulgado se os bandidos conseguiram levar dinheiro do caixa eletrônico do banco. As investigações estão sendo feitas pela 20ª Delegacia de Polícia e agentes recolhem imagens de câmeras do banco e de ruas próximas. Além disso, integrantes do esquadrão antibombas da Polícia Civil estão analisando o local.

A explosão, que ocorreu durante o confronto, destruiu a fachada da agência e espalhou grande quantidade de estilhaços de vidro na calçada e em uma das pistas do Boulevard 28 de Setembro, que teve o trânsito interrompido durante parte da manhã.

Benjamim relatou que não chegou a ficar com medo porque sentiu que o interesse dos bandidos era o caixa eletrônico. Para o comerciante, mesmo com a intensa troca de tiros, a violência nesta madrugada não está restrita ao chamado Bairro de Noel, em referência ao compositor Noel Rosa, um dos mais famosos moradores de lá.

"A violência está geral. Não é só aqui no bairro não. É em todo lugar. A vida é essa. A gente tem que suportar. Deus tenha pena da gente", disse. Tanto no tiroteio em Vila Isabel, como no assalto em Laranjeiras, os criminosos conseguiram fugir.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos