Professor chinês que fabricava drogas é condenado à prisão perpétua

Da Agência EFE

Um professor de química da China, detido em 2015 por fabricar drogas, foi condenado à prisão perpétua por narcotráfico, informou hoje (14) a agência oficial Xinhua.

A sentença foi anunciada pelo Tribunal Popular Intermediário de Wuhan, centro do país, que determinou que o professor, de sobrenome Zhang, tinha construído um negócio ilegal de produção de drogas e vendia ao exterior, o que gerava 4 milhões de iuanes anuais (ou US$ 582 mil).

No mesmo julgamento também foi anunciada a sentença contra o ajudante do professor, de sobrenome Yang, que foi condenado à morte, mas com uma suspensão de dois anos, pelo qual na prática será transformada em prisão perpétua se o réu mostrar boa conduta.

Zhang e Yang começaram em 2005 a fabricar em laboratório vários produtos químicos com fins comerciais, entre eles metilona.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos