Hospital de Bonsucesso diz que ampliou atendimento a pacientes com câncer

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

O Hospital Federal de Bonsucesso informou, por meio de nota, que ampliou em 20% o atendimento a pacientes com câncer, entre 2015 e 2016. Para atender a demanda, o número de oncologistas da unidade aumentou em 40%. Todos os pacientes que buscam o hospital, segundo a assessoria da unidade, estão conseguindo o atendimento necessário.

A informação foi divulgada depois de uma vistoria do Conselho Regional de Medicina do Rio (Cremerj) e a Defensoria Pública da União (DPU), feita ontem na unidade. O Cremerj e a DPU disseram que faltam insumos e medicamentos, sobretudo oncológicos, e que isso provocou a interrupção de mais de 50% dos tratamentos de câncer no hospital. Segundo os dois órgãos, problemas vêm sendo denunciados há meses e têm piorado.

Ainda durante a vistoria, constatou-se que alguns pacientes tiveram que interromper a quimioterapia por falta de insumos. Segundo o Hospital de Bonsucesso, a unidade conta com o apoio do restante da rede do Ministério da Saúde, inclusive o Instituto Nacional de Câncer (Inca), para a realização das sessões de quimioterapia.

O hospital também informou que está buscando acelerar, ao máximo, junto a fornecedores, a entrega de medicamentos já comprados.

Por fim, segundo a nota divulgada pelo hospital, o Ministério da Saúde ampliou em 12% os recursos para tratamentos oncológicos (cirurgias, radioterapias e quimioterapias), passando de R$ 141,5 milhões para R$ 159,5 milhões, no estado do Rio de Janeiro.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos