Governo brasileiro condena ataque a cristãos no Egito

Paulo Victor Chagas - Repórter da Agência Brasil

O Ministério das Relações Exteriores condenou o ataque a um grupo de cristãos na província de Minia, no Sul do Egito, ocorrido hoje (26). Em nota, o Itamaraty criticou o episódio, que deixou dezenas de mortos e feridos.

"Ao expressar suas condolências às famílias das vítimas, seus votos de plena recuperação aos feridos e sua solidariedade com o povo e o governo do Egito, o Brasil reitera veementemente seu repúdio a todo e qualquer ato de terrorismo, independente de sua motivação", diz o texto.

De acordo com o comunicado, o governo brasileiro recebeu a notícia com "grande consternação". As vítimas estavam em um ônibus que ia em direção ao mosteiro de São Samuel, a poucos quilômetros do povoado de Al Adua, quando foram surpreendidas por homens armados. Pelo menos 23 pessoas morreram e 27 ficaram feridas.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos