Justiça mantém aval para venda de participação da Petrobras na Liquigás

Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasil

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) manteve decisão da Justiça Federal de Sergipe que permitiu o prosseguimento da venda da participação acionária da Petrobras na Liquigás Distribuidora S.A., subsidiária da companhia.

Com a decisão na segunda instância, a estatal informou que "prosseguirá com o cumprimento das condições precedentes negociadas, com vistas à conclusão da operação", que deve ser fechada por R$ 2,67 bilhões.

A venda foi aprovada pela Assembleia Geral Extraordinária de Acionistas (AGE) da Petrobras e anunciada em fato relevante divulgado ao mercado no dia 31 de janeiro deste ano.

A Liquigás atua no engarrafamento, distribuição e comercialização de gás liquefeito de petróleo (GLP) e está presente em quase todos os estados brasileiros. A empresa tem 23 centros operativos, 19 depósitos, uma base de armazenagem e carregamento rodoferroviário e uma rede de aproximadamente 4,8 mil revendedores autorizados.

A venda da participação na Liquigás faz parte do programa de desinvestimentos da Petrobras e integra o Plano Estratégico/PNG 2017-21 da companhia, que prevê a saída integral das atividades de distribuição de GLP.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos