Orquestra Sinfônica Brasileira encerra apresentações para arrecadar verbas

Flávia Villela - Repórter da Agência Brasil

Encerram hoje (4) as apresentações da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), na capital fluminens, com o objetivo de arrecadar verbas para os músicos, que estão há sete meses com salários atrasados. Após 77 anos de existência, a Orquestra corre o risco de acabar, por falta de patrocinadores e do apoio do Governo Federal.

O último concerto será apresentado na Sala Cecília Meireles, na Lapa, no centro do Rio, às 17h, com entrada custando R$ 50 (inteira). A apresentação tem regência do Maestro Roberto Tibiriçá com o apoio de músicos das orquestras Petrobras Sinfônica, da Sinfônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ontem, foi realizado um concerto com entrada livre na Escola de Música da UFRJ e da Universidade Federal Fluminense (UFF). Cada um doou o que pôde, desde dinheiro a alimentos não perecíveis.

O violonista búlgaro Nikolay Sapoundjiev, que mora na cidade há 7 anos, é um dos integrantes do movimento. "É uma situação dramática, vivemos o drama da Orquestra Brasileira como instituição e o drama pessoal de cada músico. Imagine um profissional que estudou a vida inteira, que teve êxito na profissão que poucos tiveram e agora ter que passar por isso".

Desde 1940, quando foi fundada, a Orquestra Sinfônica Brasileira já realizou mais de 5 mil concertos.

A Secretaria Municipal de Cultura anunciou que não apoiará financeiramente a OSB. Em nota, a secretaria informa que mesmo que houvesse dinheiro em caixa, a dívida contratual da OSB com a administração passada impediria os repasses. O texto informou que a prefeitura busca uma saída por meio de alternativas que a orquestra se mantenha com fins próprios, com auxílio das secretarias municipais de educação e cultura.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos