Mutirão na Rocinha, no Rio, conscientiza sobre a importância do meio ambiente

Ana Luiza Vasconcelos *

Jovens da Rocinha participam do 1º Mutirão de Plantio De Olho no Lixo Divulgação/Secretaria de Estado do Ambiente

A comunidade da Rocinha, na zona sul do Rio de Janeiro, com mais de 100 mil moradores, recebeu nesta terça-feira (6), o 1º Mutirão de Plantio De Olho no Lixo, iniciativa organizada pela Secretaria de Estado do Ambiente, em parceria com o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e o Viva Rio Socioambiental. A finalidade é sensibilizar, mobilizar e conscientizar os moradores da comunidade sobre a importância da preservação do meio ambiente. Além disso, a data também marcou o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado na segunda-feira (5).

De acordo com o presidente da União Pró Melhoramento dos Moradores da Rocinha, Carlos Eduardo Barbosa, o Duda, a ação dá continuidade a um projeto já realizado na comunidade chamado De Olho no Lixo. Ele disse que o projeto visa melhorar a qualidade de vida da comunidade. A ideia do 1º Mutirão de Plantio por causa da época de chuvas na cidade, que traz risco de deslizamentos das encostas causados pelo desmatamento e de alagamentos de vias, causados pelo despejo de lixo nas ruas.

Duda vê com otimismo o envolvimento dos moradores da Rocinha com o movimento."Há uma expectativa muito positiva em relação às atividades desenvolvidas e às ações feitas na comunidade. Estamos indo nas casas das pessoas para ensiná-las, por exemplo, a reutilizar o óleo de cozinha, ou a não jogar lixo nas ruas.", disse o presidente da associação.

Cerca de 30 crianças e jovens do Centro Integrado de Educação Pública Ayrton Senna e do Instituto Reação, instalados na Rocinha, participaram da ação plantando mudas de frutíferas e de flores no terreno na quadra da localidade Roupa Suja. Os jovens também participaram de oficinas de percussão usando instrumentos musicais produzidos a partir do reaproveitamento de resíduos sólidos, a Funk Verde, e de confecção de peças de vestuário reaproveitando roupas usadas, Estamparia Ecomoda. O artista urbano Carlos Esquivel pintou um mural de 36 metros de comprimento, que retrata a história do projeto De Olho no Lixo, na Rocinha.

Para o coordenador do Ecomoda, o estilista Almir França, o envolvimento dos jovens superou as expectativas."Eles se mostraram interessados em conhecer um pouco do projeto. Esse tipo de iniciativa é muito importante para jovens, pois a proposta é de que eles sejam multiplicadores de boas práticas ambientais em suas comunidades".

O projeto De Olho no Lixo Rocinha já retirou mais de 600 toneladas de lixo da comunidade de junho de 2016 a maio de 2017.

* Estagiária sob supervisão de Douglas Corrêa

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos